PELEJAI PELA VOSSA FAMÍLIA…

Neemias 4.13-14 então pus o povo por famílias, nos lugares baixos e abertos, por detrás do muro, com as suas espadas, e as suas lanças, e os seus arcos; inspecionei, dispus-me e disse aos nobres, aos magistrados e ao resto do povo: não os temais; lembrem-vos do Senhor, grande e temível, e pelejai pelos vossos irmãos, vossos filhos, vossas filhas, vossa mulher e vossa casa.
Muito nos preocupa a influencia que a mídia tem exercido sobre a sociedade em relação ao tema família. Famílias fortes e saudáveis estando protegidas gerarão uma sociedade com os mesmos conceitos, forte e saudável. Infelizmente não tem sido assim… Cada indivíduo tem se preocupado consigo mesmo, deixando de lado o conceito de “união familiar”. Quando queremos nos proteger, e, trazer segurança para nós, procuramos construir defesas, que vou chamar de “muros de proteção” . Os muros deverão separar nossas famílias daquilo que poderiam destruí-la, tais como: A falta de amor, desunião, desobediência, desrespeito, egoísmo, etc. Os únicos muros que jamais deveremos levantar serão aqueles que poderiam separar os membros da própria família, dentre os quais a infidelidade conjugal e a falta de comunicação.
Na construção desse muro será necessário que todos os membros trabalhem em conjunto, ajudando-se mutuamente, procurando fechar todas as brechas que poderiam fazer com que nosso muro de proteção não fique fragilizado. Às vezes será necessário que, enquanto um trabalha, o outro vigie para ver se o “inimigo” não está se aproximando. Na passagem bíblica citada, Neemias estava liderando a reconstrução do muro de Jerusalém para protegê-la contra os inimigos e convocou o povo a estar junto, cada qual ao lado de suas famílias, trabalhando e empunhando espadas. Faça um “balanço” e procure estar atento àquilo que está tentando destruir sua família, proteja-se contra esses inimigos!
A postura moral do mundo contemporâneo tem desferido duros ataques à instituição familiar, idealizado por Deus para ser à base da sociedade. A edificação familiar está comprometida pelos ataques incessantes do inimigo da família, que incessantemente, tenta destrui-la: os muros que a protegiam estão danificados e fragilizados; os telhados, as portas e janelas e, principalmente, os alicerces já estão comprometidos. Nos dias de hoje, alguns poucos cristãos se preocupam verdadeiramente com o bem-estar das famílias. Quem se levantará para reconstruir, proteger e defender um dos projetos mais sublimes de Deus?
No momento em que alguém começa a demonstrar sua preocupação a respeito e procura trabalhar para tentar reconstruir famílias que estão ameaçadas de destruição, logo surgem opositores, porque satanás quer aniquilar a força motriz da sociedade, para fragilizá-la. Nas palavras de Neemias – um homem corajoso, que foi usado por Deus para reconstruir os muros de Jerusalém – precisamos nos encorajar e nos desafiar mutuamente para lutar a favor da sustentação da família.
No mundo inteiro a família está em crise. Há uma coesão de vários fatores hostis que conspiram contra a família nestes dias. Há uma guerra declarada contra esta instituição divina, visando dinamitar seus alicerces e destruir seus valores absolutos. Muitos lares sofrem desastres irreparáveis. Outros padecem e enfrentam a fúria dos ventos indomáveis dos vícios nocivos à saúde, das patologias emocionais, cheios de traumas, recalques e pesadelos.
Há lares onde o diálogo morreu e agora a família esta de luto, reinando o silencio fúnebre da indiferença e da amargura. Há famílias onde a paz e a alegria está ausente e os seus membros degustam o amargor da indiferença. Há lares onde o perdão é uma atitude inexistente, onde o beijo da amizade jamais foi sentido e o abraço da reconciliação jamais foi dado. Há lares onde todas as pontes da comunicação foram derrubadas e erguidas em seu lugar muralhas intransponíveis de isolamento e solidão.
Mas a família continua sendo a célula da sociedade e a sociedade é o reflexo das famílias que a compõem. Uma sociedade é estruturada e equilibrada quando as famílias o são. As pessoas refletem o que estão aprendendo em seus lares. Não podemos esperar uma sociedade descente se não lutamos por famílias descentes. É na família que nos completamos emocional, social, moral e espiritualmente. É preciso pelejar pelas nossas famílias.

Pr. Elumar Pereira  (Diretor do Departamento da Família da IEADEM)

Voltar Para Página Anterior

IGREJA EVANGÉLICA ASSEMBLEIA DE DEUS EM MOSSORÓ – IEADEM

Av. Dix-Neuf Rosado, 155, Centro – Mossoró-RN
CEP 59.610-280 | Fone: (84) 3321-5721
E-mail: contato@admossoro.com.br


© 2018 - Assembleia de Deus em Mossoró. Todos os Direitos Reservados